A fila anda?!?   3 comments

Eu sei! O tema já é bem recorrente. Várias pessoas em vários lugares do mundo já devem ter escrito alguma coisa sobre as filas. Mas como o tema é sempre recorrente, resolvi entrar nessa fila também (sem deixar de usar esse trocadilho infâme, claro).

Mas o que me trouxe a esse texto foram algumas experiências e observações bem recentes que me fazem acreditar que a fila é uma das instituições sociais mais desvalorizadas dos últimos tempos.

Não há mais respeito algum por essa velha forma de organização. Friso: DE ORGANIZAÇÃO. Pois a fila serve para ordenar um conjunto de elementos de modo que o primeiro tem preferência em relação ao segundo e assim sucessivamente. Ou traduzindo: “Quem vai chegando vai ficando atrás, criança educada é assim que faz” – como bem definia a cantiga ensinada no jardim de infância.

Só que as crianças cresceram e, definitivamente, esqueceram a canção. Talvez nem tenham chegado a escutá-la, o que é ainda mais preocupante, pois significa que esses valores estão omissos.

Pobre fila.

Vejam os (mau) exemplos dos Terminais de Integração. O que era pra ser “guia” de fila, virou sucata; as pessoas já não fazem mais aquela tradicional “serpente” enquanto esperam o coletivo. A fila deu lugar a um aglomerado insano de pessoas sem a menor noção sobre as leis da física, querendo ocupar um só lugar ao mesmo tempo.

Chega o ônibus. A situação só piora. Corpos querendo sair, muito mais corpos querendo entrar. E quando um corpo está em movimento tende a permanecer em movimento até encontrar uma força contrária… deu-se a desgraça.

Confusão. Tumulto. Xingamentos. Empurra daqui, empurra dalí, acelera o motor, alguns ainda estão pendurados na porta… um absurdo.

Se houvesse respeito com a fila, nada disso seria necessário.

Acontece que “furar a fila” é sinônimo de esperteza. Como se subtrair o direito do outro que chegou primeiro fosse virtude para alguém. Mas é nessa inversão de valores que se dá a dinâmica da fila atual. Um verdadeiro simulacro do que já foi essa relevante organização de diretos.

A ansiedade pode ser usada como justificativa, mas não como pretexto. É preciso saber esperar. Garantir ao outro o seu direito para poder exigir o seu.

Sei que nesse caso dos terminais uma fila de argumentos poderiam ser criadas com as justificativas dos furões. Mas não passam de desculpas.

A fila está sumindo e dando lugar ao tumulto. Da mesma maneira que os valores desaparecem e deixam… saudades.

Publicado outubro 28, 2010 por carlosbenalves em Uncategorized

3 Respostas para “A fila anda?!?

Assinar os comentários com RSS.

  1. E quanto as filas que são geradas nos bancos? um total desrespeito ao consumidor que passa horas perdendo tempo enquanto lê e ao mesmo tempo tenta entender a placa que fica suspensa acima dos caixas mostrando os direitos prioritários de cada um.
    Sem falar da lei que instituiu o tempo máximo de permanência em uma fila!Fala sério.Não precisamos que leis sejam criadas e sim que elas sejam cumpridas por aqueles que ,muitas das vezes, são os primeiros a burlar o sistema.

  2. Essa história de fila me lembrou o dia em que resolvi levar meu primo ao cinema. Era domingo, estréia de Tropa de Elite 2, cinema lotado como era de se esperar, e a fila quilométrica. Dai então meu primo de 5 anos tem a brilhante idéia de que se furassemos a fila sairíamos dali mais rápido. Claro que não furei, mas fiquei por quase 30min escutando um guri de 5 anos me dizer que eu era muito boba e que deveríamos furar a fila. Ele até se ofereceu a furar e pagar a conta do cinema (só nao sei com que dinheiro). Mas como pode ver, essa cantiga de criança não está mais sendo cantada nas escolas. E fiquei horrorizada de saber que as filas da integração agora estão assim, e eu que ficava me gabando pros goianos que “lá no Maranhão não é assim não, o povo tem mais respeito”. Pelo jeito a falta de respeito ta geral, ainda bem que 2012 ta bem ai!

  3. Muito legal esse texto. A primeira impressão que tive foi sobre relacionamento, mas gostei bastante da abordagem real do assunto.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: