Revista Folkcom disponibiliza 15ª edição online   Leave a comment

A Revista Internacional de Folkcomunicação chega a sua 15ª edição. E quem quiser conferir o conteúdo da publicação pode acessá-lo na íntegra pelo endereço http://www.revistas.uepg.br/index.php?journal=folkcom.

Essa publicação semestral  é um espaço editorial para publicação de trabalhos, reflexões e pesquisas em torno da folkcomunicação (com base na perspectiva conceitual de Luiz Beltrão), seja enfocando aspectos interdisciplinares, propostas e estrategias metodologicas de estudos afins ou resultados de investigações folkcomunicacionais.

A Revista é editada pela Rede Folkcom, em parceria com a Agência de Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG/PR).

Leia abaixo o editorial da edição nº 15 da revista:

Editorial (Revista Folkcom, 15ª ed, ago/2010)

Em sua 15ª edição, a Revista Internacional de Folkcomunicação traz aos leitores – interlocutores, pesquisadores e demais interessados na área/disciplina – artigos inéditos, que revelam uma pequena parcela do que vem sendo realizado em termos de pesquisas em torno da conexão comunicação/cultura popular em sua perspectiva folkcomunicacional.

Na seção Artigos/Ensaios, a Revista Folkcom apresenta estudo (de autoria do jornalista Fábio Burnat) sobre um periódico regional paranaense que, há 98 anos, busca manter traços das manifestações étnico-culturais de grupos grupos ucranianos (na Região Central do Estado, a partir de Prudentópolis/ PR). Moacir Santos e Mônica Carniello discutem o contraponto urbano/rural na cinematografia de Mazzaropi, enquanto Yuji Gushiken e Lawremberg Silva tematizam a folkcomunicação a partir de uma das maisimportantes datas festivas populares do Pantanal. Sebastião Costa aborda, em seu estudo, aspectos e limites da adaptação (kitsch) em telenovelas brasileiras e Catalina Quinteros problematiza a construção discuriva da resistência e do terrorismo midiático na América Latina.

A entrevista da edição apresenta uma análise cuidadosa das manifestações culturais no Vale do Jequitinhonha (MG), feita pelo produtor cultural Zé Pereira. A seção discográfica traz uma complexa produção musical miscigenada da cultura pop africana (o Konono). O ensaio fotográfico retrata a romaria ao motorista gregório e, por fim, as resenhas literárias apresentam livros de Franklin Cascaes (por Zeneida Assumpção) e do fundador da Folkcomunicação (Luiz Beltrão).

O esforço em manter a periodicidade (semestral) da Revista Internacional de Folkcomunicação vem, assim, ao encontro da demanda de estudos e pesquisas que, ao longo dos últimos anos, registra importante adesão de jovens gerações, interessadas em melhor compreender esta disciplina que relaciona as manifestações da cultura popular, o folclore com formas de expressões comunicacionais de grupos sociais historicamente marginalizados que, por diferentes modos, tensionam as versões e espaços hegemônicos de ação midiática.

Sinta-se, pois, convidado/a em fazer parte deste crescente grupo de pesquisadores, leitores e interlocutores que integram a Folkcomunicação. Uma ótima leitura!

                                    Campos Gerais do Paraná, Brasil, Inverno de 2010.

Publicado agosto 4, 2010 por carlosbenalves em Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: